Leia voto de Celso de Mello contra sigilo de áudios do STM

Os estatutos do poder, em uma República fundada em bases democráticas, não podem privilegiar o mistério nem legitimar o culto ao segredo. Esse foi o entendimento do ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal, ao votar contra o sigilo de áudios registrados em sessões promovidas na…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo