Casas de bingo devem pagar R$ 100 mil por dano moral coletivo

Empresas que mantiveram jogos de bingo mesmo depois de janeiro de 2003, quando a atividade passou a ser proibida, geraram dano moral a toda a coletividade, já que jogos de azar geram males psiquiátricos até no cidadão saudável. Com esse entendimento, a 3ª Turma do Tribunal Regional Federal conden…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo