Juiz não pode rever decisão só porque STF liberou prisão antecipada

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, classificou como “teratológica” uma decisão da 3ª Vara Criminal de Brasília que mudou entendimento para determinar a prisão de um réu antes do fim da ação. A condenação era clara ao dizer que o cumprimento da pena seria somente após o t…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo