Juiz não pode proibir advogado de gravar audiência, afirma OAB-PR

O ato de ligar um gravador durante audiência sem autorização prévia, definido pelo juiz federal Sergio Fernando Moro como “grave irregularidade”, é visto como direito de partes e patronos pela seccional paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil. O presidente da Câmara de Prerrogativas da entida…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo