fbpx

TSE absolve Lula e PT de uso ilegal de bem público na eleição de 2010

Para condenar um político por uso indevido de bem público em eleição, é preciso demonstrar de forma inequívoca que ele agiu com o intuito de se beneficiar e influenciar os eleitores. Com base nesse entendimento, o Tribunal Superior Eleitoral rejeitou, na sessão plenária desta quinta-feira (9/2), …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo