Preso não pode ser privado de dignidade, diz procurador-geral do RJ

O novo procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, destacou a necessidade de uma solução para a superlotação carcerária no estado ao discursar em sua posse, nesta segunda-feira (16/1). “Não podemos esquecer que todo ser humano privado de sua liberdade não pode também ser privad…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo