fbpx

Defensoria cobra que juízes ouçam os 1.341 presos em SP no recesso

A Defensoria Pública de São Paulo pediu que todas as 1.341 pessoas presas em flagrante na capital paulista durante o recesso forense — entre os dias 20 de dezembro de 2016 e 6 de janeiro deste ano — tenham direito às audiências de custódia, que garantem aos detidos o direito de serem ouvidos por …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo