fbpx

Cobrar mais de quem faz integração discrimina cidadãos, diz juiz

Aumentar os valores cobrados dos passageiros que fazem baldeação em diferentes meios de transporte público em São Paulo discrimina os cidadãos que moram na periferia. Por isso, o juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho suspendeu liminarmente o aumento.
Integração seria cobrada quando se usa mai…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo