TRT-4 mantém proibição de dispensas sem negociação coletiva no RS

Uma vez comprovado o ato de despedida coletiva, sem prévia negociação com as entidades sindicais, tem-se por razoável a medida liminar deferida na origem. A decisão é da desembargadora Brígida Joaquina Charão Barcelos Toschi, do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS), ao negar provimento…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo