fbpx

Venda de bens pessoais só é fraude após citação do sócio devedor

A venda de bens pessoais por parte de sócio de empresa executada não configura fraude à execução, desde que a alienação ocorra antes da desconsideração da personalidade jurídica da sociedade. Esse foi o entendimento firmado pela 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.
Para relatora do caso, …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo