Defesa questiona rapidez em ação penal iniciada 4 dias após agressão

Desejada no dia a dia do Judiciário, a celeridade processual virou alvo de uma reclamação no Conselho Nacional de Justiça e no Conselho Nacional do Ministério Público. A defesa dos três réus de uma uma ação penal em trâmite na 2ª Vara e Tribunal do Júri da Comarca de Armação dos Búzios (RJ) afirm…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo