Cabral vira réu por ocultar propina em compras e driblar o Coaf

Ainda que a mera compra de bens com quantias oriundas de práticas criminosas não configure lavagem de dinheiro, o uso de altos valores, para dificultar rastreamento, e a estruturação das transações, para evitar comunicação de operação suspeita, constitui o método de ocultação e dissimulação chama…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo