fbpx

TJ-SP nega agravo para prender promotor condenado por agressão

O Tribunal de Justiça de São Paulo, por 16 votos a 8, negou agravo regimental contra decisão que permitiu a um promotor responder em liberdade a uma condenação por lesão corporal dolosa grave contra sua ex-mulher. Ele foi condenado em 2010 pelo Órgão Especial do TJ-SP e, em agosto deste ano, teve…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo