Cirurgia em rede privada não é reembolsada se for oferecida no SUS

Se um procedimento cirúrgico é disponibilizado pelo SUS, a pessoa que opta por fazê-lo na rede privada não tem direito a ser reembolsada. Com esse entendimento, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região negou pedido de uma mulher que solicitava ressarcimento por operação que custou R$ 9 mil.
Pa…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo