fbpx

Jogador do Cruzeiro não consegue liberação de vínculo no TST

Em observância ao princípio do juízo natural, o ministro Barros Levenhagen, do Tribunal Superior do Trabalho, negou Habeas Corpus impetrado pelo jogador de futebol Duvier Riascos, que buscava a rescisão de contrato com o Cruzeiro Esporte Clube. De acordo com o ministro, o HC foi impetrado junto a…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo