fbpx

Guarda de bem penhorado não pode ser dada a procurador federal

Os procuradores federais não podem ser nomeados fiéis depositários — responsáveis pela guarda de algo durante o decurso de um processo judicial — de bem penhorado a pedido da autarquia por eles representada. A decisão é da desembargadora Gilda Sigmaringa Seixas, da 1ª Turma do Tribunal Regional F…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo