fbpx

Julgamento de Elize Matsunaga tem choro, bronca e mal-estar

Desde o início de seu julgamento, por volta das 11h45 desta segunda-feira (28/11), Elize Matsunaga mostrou-se impassível. Mais próxima do público do que qualquer outro integrante do plenário e sem uma mesa à frente de sua cadeira para protegê-la, ela mantinha as mãos no colo, e sustentava um olha…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo