Juízes e procuradores não podem ser automáticos na área fiscal

Pelas origens dos processos de execução fiscal, percebemos que alguns procuradores não estão analisando os fatos dos procedimentos do Fisco federal e estadual. Deveriam! Somente assim, evitariam execuções prescritas e viciosas, uma vez que existem execuções com débitos parcelados e com discussão …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo