fbpx

Mais ousado que Moro, juiz bloqueia 3% da receita de empreiteiras

Se a propina de 3% sobre os contratos com a Petrobras que a Odebrecht e a OAS pagavam aos diretores da estatal não “tolhia a libido empresarial” das empreiteiras, o bloqueio desse percentual de suas receitas “há de ser motivo de júbilo na purgação das condutas deletérias que privatizaram ilegitim…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Fale conosco
Enviar
Rolar para o topo