Em falta disciplinar, valem prazos de prescrição do Código Penal

Nos casos de infração disciplinar, deve-se utilizar, por analogia, os prazos prescricionais previstos no Código Penal, e não aqueles previstos no Estatuto dos Servidores Públicos Federais (Lei 8.112/1990). Com base nesse entendimento, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, negou Ha…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo