TSE nega recurso de Dilma contra investigação de contas aprovadas

A aprovação das contas eleitorais de um candidato não impede que o Tribunal Superior Eleitoral envie a autoridades indícios de irregularidades. Esse foi o entendimento do ministro Gilmar Mendes, presidente da corte, ao rejeitar recurso da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) contra despacho assinado…

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo