Igreja indenizará músico humilhado por presidente da instituição

A 5ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão que condenou uma igreja evangélica a indenizar em R$ 25 mil um de seus membros que, além de pastor, exercia a função de músico profissional na igreja e foi tratado em público grosseiramente, com sarcasmo, pelo presidente da instituição.

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo