TST nega indenização a agrônomo que teve de trabalhar nas férias

O Tribunal Superior do Trabalho não pode reexaminar provar em recursos, conforme estabelece a Súmula 126 da corte. Por isso, a 7ª Turma não conheceu de recurso de um ex-agrônomo de uma multinacional contra decisão que negou o pagamento em dobro das férias durante as quais ele teria feito contato …

Continue lendo no portal Consultor Juridico

Rolar para o topo